Game of Thrones S06E04 – SANSA, DAENERYS E UM ODE ÀS MULHERES

Enquanto todos ficávamos focados e obcecados com Jon Snow, Tommen, Tyrion e os dragões, o quarto episódio de Game of Thrones chegou mostrando que o verdadeiro foco dessa temporada é FORÇA FEMININA :: MULHERES NO COMANDO.

“Pela segunda vez em Game of Thrones, Daenerys sai como uma deusa, nua e ilesa, de dentro de um incêndio.”

Atenção: alerta de spoilers nos próximos parágrafos!

Game of Thrones S06E04 - SANSA, DAENERYS E UM ODE ÀS MULHERES

Game of Thrones S06E04 – SANSA, DAENERYS E UM ODE ÀS MULHERES

A cena inicial do quarto episódio de Game of Thrones vem como uma bênção, um alívio, uma respirada funda: Sansa chega à muralha e encontra Jon Snow. O abraço fraterno é uma das cenas mais suaves e afáveis da nova temporada – e de todas as outras.

Após tanto sangue, estupros, torturas, mortes e desilusão, os irmãos se reencontram e até remendam rasgos do passado em sua relação. Sansa sorri e pede que Jon Snow a perdoe. Eles tomam sopa e conversam a respeito do passado, de Winterfell e dos Stark. É realmente um carinho que o quarto episódio de Game of Thrones fez em seus espectadores.

Mas o momento de boas emoções dura bem pouco. Em seguida já partimos para cenas com negociações políticas de Tyrion em Mereen que contrariam totalmente os objetivos de Daenerys; Ramsey Bolton esfaqueando e matando Osha (nada de novo nisso….), Theon voltando para a ilha de ferro e reencontrando sua irmã, que inicialmente lhe despreza, para depois encontrar nele um aliado e protetor; e por fim, Daenerys queimando um grupo inteiro de Khals Dothrakis para mostrar seu poder. Pela segunda vez em Game of Thrones, Daenerys sai como uma deusa, nua e ilesa, de dentro de um incêndio. E dessa forma conquista o respeito (ou medo?) de toda a comunidade local. Agora, ao que tudo indica, Khaleesi não tem somente o apoio de homens guerreiros. Mas ela tem um exército de mulheres! E este é mais um momento em que Game of Thrones vem nos mostrar, nessa quarta temporada, que George R.R Martin acredita no poder feminino e quer exaltá-lo no enredo. As mulheres em Game of Thrones não estão á passeio, e elas comandam ainda mais que os homens. Talvez com menos violência e menos força de guerra. Mas com certeza com mais poder de persuasão e manipulação.

Se pararmos para olhar o panorama da série como um mapa, veremos que:

  • Na muralha, Sansa assumiu a frente para incitar a guerra e, através do auxílio de Jon Snow e dos selvagens, reconquistar sua casa;
  • Nas ilhas de ferro, Yara pretende (e tem grandes chances) de comandar as terras de seu pai. Agora, ainda, apoiada por Theon que retornou;
  • Em King’s Landing, Cersei e Olenna se unem para libertar os prisioneiros dos pardais;
  • E Daenerys, mesmo sequestrada, se livra da ameaça de um exército de Khals e mostra todo seu poder, conquistando mais súditos, e um exército de mulheres.

Ao que tudo indica, os próximos episódios começarão a agitar mais o enredo da série. Conforme as temporadas anteriores nos mostraram, Game of Thrones começa morno, vai esquentando, e pega fogo nos últimos três episódios. Do quinto episódio em diante, talvez a série comece a nos trazer mais surpresas e mais emoções. Será?

Vamos aguardar!

Até o episódio 05, pessoal. Nos vemos lá!

0

Leave A Comment

Your email address will not be published.